Fragmentário é oficial

Esta oficina esteve em obras durante a primeira semana. Finalmente, tenho um título (Fragmentário) e o blogue é oficial. Muito agradeço a quem me visitou e linkou. Espero que voltem.

Tentarei colocar aqui algumas ideias, como se afirma em cima, ficções ocasionais, um pouco de crónica.

Adoro escrever estas aproximações a contos, que para mim são como o treino do pintor a desenhar. Não é exactamente trabalho. Por vezes, poderei não os publicar na íntegra, mas apenas parcialmente, e todos eles terão erros de fabrico. Por isso, não se espantem se não virem o fim. Na literatura, o processo de escrita é sempre mais complexo do que é possível fazer num blogue; a velocidade é outra, as frases são transformadas a pouco e pouco, num trabalho que pode prolongar-se muito além da primeira versão, a qual, digamos, é o exercício sem rede. O que vão ler aqui serão os esboços de textos cuja conclusão posterior terá o destino provável da minha gaveta. Dos que fiz em outros blogues, ficou um em cada cinco para esse trabalho (nunca terminado) de seleccionar uma colecção de contos publicável. Ao fim de seis anos de blogosfera ela ainda não existe.

Suponho que também haverá aqui excertos de ficções maiores.

Os meus textos de opinião continuarão a aparecer no Forte Apache.

Fragmentário é o lugar de um artesão, que escreve sem horário e por gosto, uma palavra à frente da outra, uma de cada vez.  

tags:
publicado por Luís Naves às 11:39 | link do post | comentar